precisa de ajuda? manda um alô!

o que acontece com os excedentes de comida dos restaurantes?

21 | 06 | 2024
o que acontece com os excedentes de comida dos restaurantes?

você sabe o que acontece com os excedentes de comida dos restaurantes? é isso que você vai descobrir neste artigo! vem com a gente. 😉

primeiro, é importante você saber que pra ter um empreendimento no ramo alimentício é necessário investir muito, são diversos gastos: desde luz, até água, gás, colaboradores e os impostos. e o dinheiro pra pagar tudo vem dela: a comida.

por isso, o desperdício de alimentos significa a perda de lucro pros estabelecimentos, então, eles fazem o possível pra evitar que sobre comida! vem descobrir quais são as estratégias pra driblar esse desperdício. 

o que acontece com os excedentes alimentares? 🤔

de acordo com a Anvisa, a comida exposta em buffets ou self services, deve ser necessariamente descartada. até porque, é proibido que restaurantes reaproveitem a comida do dia anterior no dia seguinte. como os itens ficaram expostos, é difícil saber se foram contaminados ou manuseados por clientes e isso fere a segurança da alimentação.

porém, não impede que o restaurante sirva o que está armazenado na cozinha pra seus funcionários e o que restar, pra outros turnos. essa é uma das estratégias pra não jogar comida fora!

além disso, existem outros lugares que fazem parcerias entre si pra alimentarem funcionários (como os hotéis, em que o restaurante serve seus pratos e os colaboradores do hotel se alimentam por lá mesmo).

e os alimentos fora do padrão? 👀

esse tipo de situação acontece muito em restaurantes com pratos prontos, que servem porções que precisam deixar o prato mais bonito. as sobras que são consideradas “feias” podem virar outras receitas, como um tartare, um picadinho e até mesmo um carpaccio. do mesmo modo, peixes, frutos do mar e legumes, podem virar outras receitas ou caldos pra temperar os pratos. 

os legumes podem virar conservas e servirem de acompanhamento pra outros pratos. o tomate pode ser um ketchup e as outras frutas podem virar geléias, tortas e até compotas. 

o importante é: abusar da criatividade e incrementar essas receitas! 😋

🚨 faça seu prato de maneira consciente!

ao visitar um restaurante, que tal pedir um prato de maneira consciente? peça apenas o que você pretende comer. 

uma estratégia muito comum dos estabelecimentos é cobrar o cliente pela comida que ele desperdiçou em seu prato. às vezes temos uma mania de comer com os olhos e servir mais do que conseguimos consumir.

dessa forma, o restaurante consegue administrar as porções que saem mais ou menos e assim aumentar ou diminuir a quantidade que é feita ou colocada exposta.

organização na preparação das refeições é essencial! ✅

antes mesmo de fazer as refeições, é necessário se organizar bem para evitar fazer além do que é necessário. faça uma ficha técnica ou um caderno de receitas com seus pratos e padronize os ingredientes e as porções que serão servidas. 

apesar de parecer mais fácil, também é importante não deixar as refeições prontas no prato. o ideal é deixar alguns ingredientes estratégicos prontos para agilizar no momento da montagem. 

outra dica também importante é ter um controle de estoque eficiente para saber as quantidades, o armazenamento ideal de cada produto e a higiene necessária para não contaminar nenhum alimento.

você também pode doar os alimentos excedentes, sabia? 

além disso, os estabelecimentos podem doar os alimentos que sobraram para ONGs e instituições de apoio. alguns restaurantes até doam algumas marmitas para moradores de rua que vivem perto do local para se alimentarem.

vale dizer que existe um programa do Governo que incentiva a doação de alimentos por meio da lei nº 14.016, de 23 de junho de 2020 – dispõe sobre combate ao desperdício de alimentos e a doação de excedentes de alimentos para o consumo humano.

por meio dessa lei não só restaurantes e lanchonetes podem doar, mas hospitais, supermercados, cooperativas, ou qualquer estabelecimento que já forneça uma refeição pronta para o consumo.

as regras para doação são rígidas, como ditas, o alimento exposto, por exemplo, não deve nem ser cogitado nesse caso também. mas aqueles que estavam armazenados ainda tem uma chance, sendo que tenham ficado em temperaturas ou abaixo de -6°C ou acima de 60°C.

por causa dessa rigidez, muitos restaurantes acabam não doando os alimentos e jogando fora também aqueles que estavam guardados na cozinha. assim, é estimado que o Brasil jogue fora mais de 26 milhões de toneladas de comida por ano.

💡 o movimento foodsaver pode ser a solução!

os restaurantes, lojas e supermercados têm a opção de venderem seus pratos prontos por um valor mais em conta no aplicativo da Food To Save, app que conecta pessoas engajadas contra o desperdício de alimentos. com isso, você se alimenta bem, com uma comida deliciosa e por um preço melhor, e os restaurantes não precisam descartar esses alimentos.

mas não é qualquer alimento não! a Food To Save também preza pela qualidade e segurança dos seus clientes, então são aceitos somente os pratos que não foram violados e nem expostos. 

com essa iniciativa, podemos salvar diversas refeições e contribuir para um mundo mais sustentável.

incrível, né? se você tem interesse em fazer parte desse movimento, basta acessar nossa página de parceiros e se inscrever! bora mudar o mundo? 

leia também:

📣 você sabe quais são os benefícios das frutas cítricas?

📣 5 receitas típicas de festa junina

📣 5 receitas de molhos que vão transformar sua comida

compartilhe nas redes

deixe seu comentário

receba novidades por e-mail

    baixe
    nosso
    app